Os 10 melhores figurinos de Audrey Hepburn nas cerimônias do Oscar

Por Rafaella Britto



De beleza singela e atemporal, Audrey Hepburn venceu o Oscar de Melhor Atriz em 1954 e, por mais de três décadas, abrilhantou a mais badalada cerimônia de premiação do mundo com sua presença. A eterna “bonequinha de luxo” encantou ao desfilar no red carpet belas criações de mestres da alta-costura. Relembre 10 looks icônicos da atriz mais elegante da história do Oscar.

1954: Audrey Hepburn recebe a estatueta de Melhor Atriz por "A Princesa e o Plebeu", vestida em Givenchy (Imagem: Fotomontagem/Reprodução)

1954: Audrey entrega a William Holden a estatueta de Melhor Ator por "Stalag 17" (Imagem: Fotomontagem/Reprodução)

1956: Vestida em Givenchy,  Audrey anuncia os indicados a Melhor Filme (Imagem: Fotomontagem/Reprodução)

1965: Com vestido e manto de cetim de Givenchy (Imagem: Fotomontagem/Reprodução)

1968: Vestido de modelagem sessentista adornado de pedrarias; autor desconhecido (Imagem: Fotomontagem/Reprodução)

1976: Audrey anuncia os indicados a Melhor Filme; figurino de autor desconhecido (Imagem: Fotomontagem/Reprodução)

1979: Figurino de autor desconhecido (Imagem: Fotomontagem/Reprodução)

1986: Figurino de Givenchy (Imagem: Fotomontagem/Reprodução)

1988: Figurino de Oscar de la Renta (Imagem: Fotomontagem/Reprodução)

1992: Figurino de autor desconhecido (Imagem: Fotomontagem/Reprodução)

Império Retrô

Criado em 2010 por Rafaella Britto, o blog Império Retrô aborda a influência do passado sobre o presente, explorando os diálogos entre moda, arte e sociedade.

2 comentários:

  1. Falar de Audrey, é falar de uma das mais icônicas atrizes da história.
    Sempre muito linda e como você mesmo falou de beleza atemporal.

    O meu favorito é o de 54 *-* tem um corte maravilhoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei dizer qual é o meu favorito, mas o Givenchy de 54 é, sem dúvidas, o mais icônico!

      Excluir

Muito obrigada pela sua visita e sinta-se à vontade para opinar. Lembre-se de que:

(1) Todos os comentários são moderados pela editora do Império Retrô;
(2) Críticas e sugestões serão bem-vindas;
(3) Não serão aceitos spams e comentários anônimos de cunho agressivo.